5 dicas para melhorar o cardápio

Alimentos para grávidas têm muita importância durante toda a gestação, você já sabia né? Mas, pense comigo, não é só na gestação… Cada alimento, além de trazer benefícios para a gestante e para o bebê durante a gravidez, traz benefícios que continuam presentes na vida do pequenino que vai nascer. Da saúde perfeita à formação do paladar, feita lá atrás já na barriga da mamãe, e que só tem a ganhar na hora da introdução alimentar. E mais: caprichar na seleção dos alimentos na gestação traz ainda uma baita oportunidade de a mamãe se reeducar à mesa… Não sei como foi por aí, mas eu aprendi a comer direito quando engravidei do Léo!!!

Marcada por grandes mudanças, a gravidez é um excelente momento para a futura mamãe adquirir bons hábitos alimentares para garantir o desenvolvimento do bebê e ainda manter a saúde em dia. Mas, você sabe quais alimentos são indispensáveis na hora das refeições? Eu aprendi lendo, me informando… E, por saber o quanto começar a olhar a comida de uma forma mais atenta foi e ainda é importante na vida dos meus dois filhos (e na minha!), achei muito bacana esse material que recebi, com cinco dicas de alimentação para melhorar a saúde de futuras mamães e bebês! Confiram!!!

1 – Consuma alimentos que contenham ácido fólico

2 – Adote a proteína como alimento básico nas refeições

O consumo de proteína é importante durante toda a gestação, uma vez que o nutriente é essencial na construção e multiplicação das células e tecidos do bebê. Exemplos de proteína: origem vegetal: grãos (feijão, ervilha, grão de bico, soja, lentilha). De origem animal: leite e derivados, carne bovina, frango, peixe e ovos.

3 – Dê grande importância à água e aos sucos naturais

Beber água ou suco natural e consumir frutas ajudam a manter o bom funcionamento intestinal. O consumo de líquidos também colabora para a eliminação adequada de toxinas urinárias e previne infecções.

4 – Opte por alimentos naturais

Alimentos para grávidas

Dê prioridade aos alimentos in natura, como vegetais crus e frutas. Eles possibilitam um bom funcionamento metabólico. Exemplos: tomate, cenoura, repolho e alface e outros tipos de folhas verdes.

5 – Modere no carboidrato

O carboidrato deve ser consumido com moderação, pois, em excesso, é transformado em gordura corporal. Apesar do cuidado, jamais o suspenda totalmente da alimentação, uma vez que se trata de uma importante fonte de energia para a mamãe e o bebê. Exemplos de carboidratos: arroz, pães, bolachas, massas.